11 dez 2015

O que toda empresa agro precisa saber sobre a gestão de resíduos

0 Comment

Em uma sociedade cada vez mais preocupada com a sustentabilidade e preservação do meio ambiente, é fundamental que as empresas acompanhem essa inquietação e os cuidados com a vida humana, a flora e a fauna. Quando se fala de empresas agro, essa preocupação precisa ser ainda maior – já que os seus resíduos devem ser geridos adequadamente, a fim de evitar que ocorram prejuízos muitas vezes irreparáveis.

Assim, veja o que toda empresa agro precisa saber sobre a gestão de resíduos!

Como evitar as sanções penais cabíveis

Quem empreende ou administra uma empresa de agronegócio sabe muito bem que o não tratamento de resíduos pode causar uma baita dor de cabeça com os órgãos fiscalizadores. A disposição final e a gestão apropriada de resíduos sólidos e líquidos estão a cargo da fiscalização estadual.

No Estado de São Paulo, por exemplo, as vistorias são incumbidas à CETESB (Companhia de Tecnologia Ambiental e Saneamento); enquanto que no Rio de Janeiro o controle fiscalizatório faz parte das atribuições da FEEMA (Fundação Estadual do Meio Ambiente). A má gestão de resíduos pode acarretar em sanções penais e administrativas por conta da atividade lesiva ao meio ambiente, sem falar na obrigação de reparar o dano causado, conforme consta na Lei nº 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

As penas envolvem desde a aplicação de multas, a suspensão parcial ou total da atividade, até a reclusão dos agentes responsáveis.

Como prevenir a contaminação de solo e rios

Independentemente da atividade que sua empresa exerce, haverá alguma espécie de resíduo. O que importa é saber lidar de forma adequada com tal situação. No caso da contaminação de solos e rios, por exemplo, há métodos bastante modernos para evitar aquela complicação.

Uma das soluções mais indicadas é o investimento em estações de tratamento biológico, com a aplicação de bactérias facultativas, que melhoram os níveis químicos e biológicos. Esta é uma técnica menos custosa e de baixo impacto ambiental.

Como melhorar a imagem da empresa a partir da gestão de resíduos

Cada vez mais os consumidores estão atentos às empresas, produtos e serviços que mostrampreocupação com a sustentabilidade e maior conservação do meio ambiente. Muitos clientes de hoje em dia se questionam se a empresa com a qual está para fazer negócio busca uma melhor qualidade de vida e investe no consumo mais equilibrado ou ecologicamente correto.

Assim como as pessoas em geral estão mais informadas, alguns parceiros de negócio também dão mais atenção à imagem de empresas sustentáveis para fazer parcerias e negócios. Afinal, uma empresa que é conhecida no mercado pela sua falta de cuidado com o meio ambiente, e que já tenha inclusive levado multas ou esteja envolvida em processos legais por causa de sua irresponsabilidade com o meio ambiente, não cai bem para fazer uma parceria. Do contrário, a empresa reconhecidamente sustentável e preocupada com a correta gestão de resíduos gera uma imagem altamente positiva no mercado, criando possibilidades de fazer marketing pró-ecológico.

A falta de gestão adequada pode levar a sérios problemas com a fiscalização, o que pode fazer com que a empresa receba multas severas e até mesmo tenha que fechar as portas. Quando ocorre o descarte correto e a gestão de resíduos, em contrapartida, a empresa não só obedece à legislação afim, mas demonstra uma consciência ambiental que pode refletir positivamente na percepção de seus clientes e parceiros de negócio.

O mercado tem se voltado cada vez mais para investimentos nos tratamentos biológicos, visto que se trata de um método eficiente e com baixo custo.

O que você pensa sobre a regular gestão de resíduos? Você investe na área em sua empresa? Não deixe de comentar, registrando a sua opinião!

 

[top]
Deixe seu comentário

Live Chat